segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Princesa Cinza

Por todas as esquinas,
você.
Por todos os horizontes,
seus olhos.
Para cada hora com você,
segundos.
Para cada partida,
tudo do avesso.

Por cada ferida,
um beijo.
Por cada beco sem saída,
um recomeço.
Para cada insulto,
um abraço.
Para cada briga,
um fracasso.

Nos seus olhos,
casa.
Na sua vida,
a minha.
No seu espelho,
magia.
Na minha cama,
mágica.

Na sua face,
ilusão.
No seu beijo,
paixão.
No seu corpo,
sexo.
Na minha alma,
ódio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário